Carregando...
textos

Dias de sol

O rosto suave, o olhar cheio de amor e o corpo livre. Pernas longilíneas, braços que amam, sorriso que é música.

Assim eu a via, toda vez que ela entrava pelo piso branco caminhando sem som, como se levitasse. A música no ar, batidas eletrônicas sem nome mas que eram sempre nossas. Cabelos nas minhas mãos, beijos demorados que faziam clichês românticos soarem perfeitos nos lábios, enquanto deslizava o rosto pela minha barba, deixando fluir uma deliciosa vulgaridade.

Quanto tempo leva até a tempestade chegar? Quantos dias de sol tem um amor recém nascido?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *