Carregando...

textos

Textos, pensamentos, devaneios e debates…

Redenção

Das terras altas e dos teus olhos incertos e honestos, dali viria minha redenção. Da tua pele clara e dos cabelos tocados pelas minhas mãos tantas e tantas vezes junto [ … ]

Posted in textos | Tagged , , | Leave a comment

Eu, David Bronstein

Houve um jogador de xadrez que figurou entre os melhores do mundo nos anos pós guerra. Seu nome era David Bronstein. Este genial ucraniano de mente complexa e pensamento inquieto [ … ]

Posted in textos | Tagged , , , | 2 Comments

O carnaval e ela

Alta, pele coberta por suor e brilho, purpurina pelo rosto e pelo corpo. Respiração ofegante, delatando as horas de folia pelos blocos, como uma atleta realizada ao final de uma [ … ]

Posted in textos | Tagged , , | Leave a comment

Hela ou Loki

Um dia enquanto tomávamos duas taças de vinho prometemos algo incrível, um ao outro. Não como a construção do muro idealizado por Odin, nada tão grandioso ou que exigisse tanta [ … ]

Posted in textos | Tagged , , | Leave a comment

A honestidade do olhar

Duas taças de vinho para cada. A conta certa de uma garrafa. Olhares fingidos que forçam naturalidade, vulgaridade escondida em uma conversa despretenciosa e sensualidade escondida em um vestido de [ … ]

Posted in textos | Tagged , , | Leave a comment

Tempestades e desertos

Nos conhecemos por acaso, e por acaso nos falamos, por acaso gostamos um do outro e também assim demos início à nossa história. Como um pequeno livro daqueles de final [ … ]

Posted in textos | Tagged , , , , | Leave a comment

Vencer a si mesmo

Aqui não vos fala um psicólogo, um psiquiatra ou alguém que pertença a alguma área do conhecimento que estuda a mente ou o comportamento humano. Aqui vos escreve um Analista [ … ]

Posted in textos | Tagged , , , , | Leave a comment

Estradas e pacotes

As pessoas e os caminhos da vida são como uma grande rede de estradas e de viajantes que por elas circulam. Somos estes viajantes, indo a lugares diferentes em direções [ … ]

Posted in textos | Tagged , , , , | Leave a comment

A coluna não escrita

Então eu precisava escrever. Precisava porque o editor pediu, porque eu tinha que pagar as contas e porque a revista não podia ir para a impressão com um buraco vazio [ … ]

Posted in textos | Tagged , , , , | Leave a comment

Começos e recomeços

Luz baixa e mesas vazias. Cadeiras de madeira de lei, móveis que tinham provavelmente saído de um antiquário. Móveis que tinham ranhuras do tempo, físicas. Pensei ali na hora que [ … ]

Posted in textos | Tagged , , , , | Leave a comment

Dela

Dela A ela pertenciam todos, tudo. Adquiriu a gosto por viajar quando ainda pequena, porque teve que mudar-se muitas vezes por conta da profissão do pai, e com isso conheceu [ … ]

Posted in textos | Tagged , , , , , | Leave a comment

Velho

Então havia esse velhinho, descendo a rua. Roupa engomada, chapéu antigo e vinco na calça social. Como se tivesse sido importado dos anos quarenta diretamente pra cá, pra essa rua. [ … ]

Posted in textos | Tagged , , , | Leave a comment

Ela e o caos

Em tudo ela estava, em absolutamente tudo. Como o ar onipresente ela estava lá, deliciosamente em todos os lugares. Ia comigo – até quando não estava comigo – para o [ … ]

Posted in textos | Tagged , , | Leave a comment

Sobre mulheres

“Cuidado com mulheres envelhecidas que nunca foram nada a não ser jovens.” Bukowski, em “As Pessoas Parecem Flores Finalmente”

Posted in textos | Tagged , , | Leave a comment

Dias de sol

O rosto suave, o olhar cheio de amor e o corpo livre. Pernas longilíneas, braços que amam, sorriso que é música. Assim eu a via, toda vez que ela entrava [ … ]

Posted in textos | Tagged , , , , | Leave a comment

Esparadrapo

Como um doce sorriso bem construído pode esconder a dor, o sexo também muitas vezes põe uma fina capa de seda sobre o ressentimento. Os olhares magoados são substituídos por [ … ]

Posted in textos | Tagged , , | Leave a comment

Jazebel

Uma vez eu conheci uma mulher incrível. Jazebel, era o nome dela, tal qual a figura histórica e mítica. Lembro que achei o nome engraçado e comentei fazendo alguma piadinha [ … ]

Posted in textos | Tagged , , | Leave a comment